terça-feira, 15 de novembro de 2016

Baci uma receita de amor!!!!!!


                                       O primeiro Baci a gente nunca esquece.  Ano passado, tive a oportunidade de fazer uma aula na Escola da Baci Perugina aqui em São Paulo. Fica na Haddock Lobo, 684. A primeira loja fora da Itália no mundo. Lá além de poder comprar os chocolates maravilhosos da Perugina, vc pode passar uma parte divertida fazendo os seus chocolates. Uma brincadeira lúdica e gostosa para compartilhar com as amigas. É uma aula para quem não conhece nada. A idéia é se divertir, e vc vai muito. Quem acompanha o instagram sabe que fiquei devendo essa receita, com quase um ano de atraso aqui vai a delícia mais delicious...risos...

Ingredientes

200 gramas de chocolate ao leite
10 gramas de creme de leite UHT ( eu gosto de usar esse pensando na durabilidade)
100 gramas de avelãs trituradas
20 avelãs inteiras
350 gramas de chocolate ao leite derretido e temperado para banhar os bombons.

Modo de preparo:

Derreta o chocolate, misture o creme de leite e  avelã triturada. Ele já vai dar o ponto para vc poder enrolar na hora. Faça 20 bolinhas, coloque as avelãs sobre elas e banhe no chocolate já devidamente temperado.

Vamos falar um pouco de temperagem.

Para o chocolate meio amargo

Chocolate meio amargo derreter de 45 a 50 graus resfriar até 27graus e reaquecer a 32 graus

Chocolate ao leite derreter a 45 graus  resfriar até 27 graus e reaquecer a 30 graus

Chocolate branco derreter a 45 graus resfriar até 27 graus e reaquecer a 29 graus.

Como vc pode fazer isso??

Pode usar a maneira mais tradicional que é usar o mármore, derreter, jogar sobre o mármore, deixar 1/3 na vasilha e ir trabalhando o chocolate até chegar na temperatura. Como ficou um pouco dentro da vasilha, na hora que vc volta o chocolate, o que está a 27 encontra o outro e chega na temperatura ideal.
Vc pode usar a semeadura, vc derrete o chocolate, e vai acrescentando chocolate picado ou em gotas até chegar na temperatura certa. Quando alcançar vc coloca por 10 segundos no microondas para subir o pouco que precisa.
E o Mycrio, vc derrete o chocolate, e deixe ele chegar em 35 graus, acrescenta 1 % de Mycrio sobre a quantidade de chocolate, misture bem e já pode utilizar.

As duas últimas são as que uso, afinal ninguém gosta de sujeira na cozinha...risos....

Outra coisa que é fundamental é não estar muito quente ou ter ar condicionado para trabalhar. Embora um chocolate bem temperado vai desenformar com certeza bem.

Espero que vc delicie com o seu Bacio.
E se vc ficou curioso quanto a história do Bacio, que é uma linda história de namorados, entra aqui  e veja um pouco da história por trás do beijo!!!!!!! Beijos e até a próxima postagem. 


Um espumante especial para o seu fim de ano "Paula Toller" e Vallontano


                                      Como está chegando o fim de ano... hora de falar do espumante nosso de todos os dias...risos... Vocês sabem que gosto, e muito. Poeta  do vinho Luís Henrique Zanini, da vinícola gaúcha Vallontano, elaborou 3000 garrafas do espumante LaToller Brut especialmente para a cantora e compositora Paula Toller, apreciadora e apaixonada por bons vinhos.   Claro que tive meu momento tiete.. afinal... É a Paula Toller <3


O rótulo foi desenhado pela premiada designer Fernanda Villa-Lobos e cada garrafa traz o nome de um sucesso da cantora. São nove títulos diferentes: Grand’Hotel, Eu Tive Um Sonho, Derretendo Satélites, Pintura Íntima, Como Eu Quero, Te Amo Pra Sempre, Eu Só Penso Em Você, Á Noite Sonhei Contigo e Transbordada.

O espumante, elaborado pelo método Charmat, possui perlage fina e intensa, aromas frescos e sabores harmônicos, onde sua acidez revela-se com vivacidade. Com frescor e a elegância trazidos pelas castas Pinot Noir e Chardonnay, a harmonização é perfeita para brindar à boa música e aos bons momentos.

 Vallontano
Única vinícola brasileira representada pela importadora Mistral, a Vallontano, localizada na região do Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, é comandada por Luís Henrique Zanini, que busca produzir vinhos que melhor reflitam o terroir e o clima da região, em estilo próprio, que buscam a tipicidade e a identidade regionais, sem tentar copiar os tintos de outros países da América do Sul, sempre em quantidades limitadas
                                      Fiquei impressionada com a delicadeza desse espumante, fácil de tomar. Delicioso, notas frutadas. É muito bom ver que hoje no Brasil estamos produzindo espumantes com a mesma qualidades dos europeus, tenho certeza que esse é uma excelente opção para o seu fim de ano!!!!! Confesso que tomaria o ano todo...risos...
Beijos e até a próxima postagem...



quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Pobre Juan abre nova casa no Shopping Morumbi



                                Sabe quando vc acorda com seu lado "carnívoro" pedindo um determinado corte de carne??? Deixando a rixa do futebol de lado, risos, vc pensa naqueles cortes argentinos (Parrilla) suculentos. Vc procura um ambiente "propicio" para degustar e satisfazer sua vontade gastronômica de comer carnes e seus acompanhamentos (carta de vinhos nacionais e importados escolhidos a dedo) que a "abertura" ate o seu "fechamento" da sua refeição com chave de ouro (abrir e fechar com chave de ouro, nossa!!!, tirei do fundo do baú, risos!!!) aonde??? vc deve estar se perguntando... eu te digo, o Pobre Juan. Casa famosa (premiada) por cortes de estilos argentinos e feitos no carvão, abre mais uma casa, agora no Shopping Morumbi.
                                Essa inauguração está com novidades boas, agora a cozinha está sobre o comando de Renata Raikov, que mostra aquela mesma cozinha da inauguração do Pobre Juan na Capital Paulistana. Com certeza os proprietários acertam na escolha. Uma das steaks houses que volta com todo o seu encanto. Em um ambiente lindo, acerta nos pratos, e possui entradas maravilhosas, assim como tem  uma carta de vinhos sensacional.
                                Eu fui com vontade de comer (foto acima) um "bife ancho" (hoje eu posso dizer que esta entre os "top5" de cortes de carnes da minha preferencia) e só posso dizer que estava "delicious"!!! O ponto da carne estava perfeita (suculenta, macia, saborosa e sua aparência estava "delicious") e o seus acompanhamentos eram com legumes grelhados (nossa!!! como dá "toda diferença" grelhar os legumes). Delicious!!! definitivamente estava tudo delicious...
                                


                               
                               Agora, se vc pensa que não pode ter a companhia de um "vegetariano" para te acompanhar, errou!!! O Tartare de Quinoa e o Gnhocci de mandioquinha (eu provei) satisfaz com louvor para quem não quer comer carne.




Momento Cultural Delicious: Por que o nome Pobre Juan??? O Pobre tem a tradução em português como "coitado" e Juan é um nome comum que podemos (se é que pode) traduzir como um nome popular (Joao, Jose, etc). Sendo assim, vc pode entender o nome de Pobre Juan como o "coitado do Juan", por que??? Porque o Pobre Juan fica trabalhando na churrasqueira (Parrilla) enquanto os outros ficam comendo.

                                      E para finalizar a sobremesa, toda boa refeição tem que ser encerrada com uma sobremesa a sua altura. A minha foi um trio, brownie, churros e panquecas de "Dulce de leite".



Delicious by mari indica. Beijos e até a próxima postagem!!!

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Fazendo seu próprio Sushi com Azuma Kirin


                                Chegou aqui em casa um kit da Azuma Kirin com um desafio, fazer um sushi com os produtos da Azuma Kirin (novo nome institucional, Azuma Kirin Company). Achei tudo Delicious. Quem me conhece, sabe que eu amo a culinária japonesa. Aqui em casa, alguns produtos japoneses não podem faltar. Aprendi uma infinidade de receitas da gastronomia oriental, e muitos pratos da culinária japonesa tem "um toque" dos produtos da Azuma Kirin (Missô, arroz japonês, saques culinários, molho tonkatsu, etc).
                                A praticidade da Azuma Kirin de comercializar o tempero pronto para sushi, facilitou a vida de muitos "sushiman", preparar em casa um prato tão requisitado em restaurantes japoneses  . Junto com o kit, eles enviaram a receita de "Niguirizushi de Shitake", para vc poder fazer seu próprio niguirisushi com o Azuma Kirin.
                                  Então como prometido (prometi no Instagram)... aqui vai a receita do
Niguirizushi de Shitake 

INGREDIENTES
- 415 gramas de Arroz Minami Mai Curto
- 1 colher (de sopa) de açúcar cristal
- 1/2 colher (de chá) de sal
- 1/4 xícara (de chá) de Tempero para Sushi Azuma
- 4 folhas de Nori
- 7 unidades de Shitake fresco

MODO DE PREPARO:

- Primeiro, prepare o tempero. Em um recipiente coloque o Tempero para Sushi Azuma, o açúcar cristal e o sal, misture até ficar uma textura homogênea e transparente. Reserve.
- Em uma panela, coloque o arroz,  500 ml de água e cozinhe em fogo médio. Tampe a panela para acelerar o processo.
- Quando  a agua secar, cheque se os grãos estão macios e, caso não estejam, acrescente mais um pouco de água, mantendo o cozimento.
- Assim que o arroz estiver pronto, coloque-o em uma vasilha e jogue o tempero por cima. Misture delicadamente com um garfo e deixe descansando por uma hora e meia ou até esfriar.
- Lave os shitakes para tirar a sujeira superficial, mas não deixe de molho, pois ele absorve água e perde sua textura.
-Corte os shitakes em fatias  de 1,5 cm a 2cm.
-Em uma frigideira grande, fogo médio, esquente um fio de óleo e coloque as fatias de shitake. Tempere com uma pitada de sal e deixe fritarem até ficarem levemente douradas dos dois lados. Reserve.
- Corte cerca de 4 folhas de algas nori em tiras de 2cm.
- Organize o local onde você vai preparar os niguirizushis. Coloque a vasilha com o arroz, um potinho com água, um paninho úmido (para limpar as mãos), as tiras de nori e as fatias de shitake.
-Molhe as mãos, pegue cerca de uma colher de sopa de arroz cheia e molde um bolinho, como na foto. Aperte bem para que os grãozinhos de arroz fiquem bem grudados.
- Coloque a fatia de shitake sobre o bolinho de arroz e envolva com uma tira de nori, cortando o excesso.
- Sirva acompanhado de Shoyu Azuma e raiz forte.

RENDIMENTO MÉDIO
30 niguirizushis

Dicas delicious:
- Você pode aproveitar e cortar umas fatias de salmão e montar alguns niguirisushis de salmão.
- Umedecer a mão é fundamental, faça um bola maior que um brigadeiro e vá modelando no formato do sushi.(ok!!! bola, brigadeiro... risos, mas eu tento exemplificar, risos)